Quanto tempo a Maconha fica no Organismo

Quanto tempo a Maconha fica no Organismo

Existe uma diversidade gigantesca de drogas atualmente, algumas perturbadoras como a maconha são extremamente populares no Brasil e no mundo, mas você já se perguntou, quanto tempo a maconha fica no organismo?

Antes de falarmos de tratamento em nossa matéria informativa, vale salientar a importância de se conhecer bem o mundo das drogas. Você não necessariamente precisa ser um “expert” em drogas e nem ao fundo conhecer todas, mas é interessante conhecer as drogas brasileiras mais populares e além disso, entender o que acontece com o seu corpo quando você as usa.

Vale ressaltar a importância de se compreender um pouco sobre o que leva uma pessoa a usar as drogas. Porque para alguns o álcool é um escape e porque outras pessoas recorrem ao uso de entorpecentes. Sendo assim, conhecimento nunca é muito, e caso seja necessário ajudar alguém com problemas com narcóticos, já se saberia como proceder.

Concomitantemente é importante saber os processos metabólicos do pós uso. Assim, da mesma maneira que já se entende o que leva uma pessoa a usar as drogas e quais são os efeitos dela no organismo, é importante compreender o que acontece depois do uso do narcótico. Quando o organismo começa a voltar ao normal, quais são as reações metabólicas que fazem com que a pessoa reincida na substância?

Sendo assim, esse artigo do Grupo Reabilitação tem essa principal importância. Falar sobre drogas independentemente do leitor – seja ele adicto ou não – justamente com o intuito de orientar e disseminar conhecimento. Vamos entender um pouco sobre a cannabis e ver quanto tempo a maconha fica no organismo. O pré uso, o corpo durante o uso e o pós uso, quais são os resultados para a saúde mental de uma pessoa adicta a cannabis e como auxiliar pessoas que já estão em abuso da substância.

Um pouco sobre a Cannabis

Baseado, banza, beck, fumo, erva, verde, vela, rojão, ganza, jererê, baga, veneno, caneta, chá, fino, feijão, maconha; dentre outros mais 20 tipos de apelidos que a cannabis tem só em nosso país, o Brasil. Atualmente dez países detém o ranking mundial dez maiores consumidores de maconha, veja na lista abaixo:

  1. Islândia – 18,3%

  2. Estados Unidos – 16,3%

  3. Nigéria – 14,3%

  4. Canadá – 12,7%

  5. Chile – 11,83%

  6. França – 11,1%

  7. Nova Zelândia – 11%

  8. Bermuda – 10,9%

  9. Austrália – 10,2%

  10. Zâmbia – 9,5%
    (Fonte: Exame – Os países que mais consomem maconha)

Sendo assim, apesar do Brasil não estar nesta lista, 2,6% da população brasileira teve contato ou consumiu a maconha durante um período de tempo, isso segundo a fonte UNODC em 2016. Entretanto o Brasil ocupa o primeiro lugar no pódio do quesito consumo de drogas sintéticas, como a cocaína.

Mas como o assunto é erva, vamos voltar à ela. A maconha é uma droga classificada como drogas perturbadoras e que atuam em um sistema importante do organismo, o SNC – Sistema Nervoso Central. O grande problema de ser uma substância que atua nessa região é justamente porque a mesma controla todas as funções metabólicas involuntárias do organismo, como batimentos cardíacos, pressão e respiração.

Além do mais, as drogas perturbadoras, além de alterar os 5 sentidos, também alteram a percepção do tempo e espaço. A “brisa” pode ser boa ou ruim, ou pode ser uma sensação apenas de relaxamento ou até mesmo em casos mais graves pode levar à pessoa a realizar coisas que jamais se faria em sanidade.

Atualmente, com a popularização das drogas desde a década de 60 com o começo da marcha da maconha, da regularização da substância por diversos países do globo como Holanda, EUA e Uruguai, a cannabis tem cada vez mais espaço no cenário internacional e nacional.

Pré uso, Uso e pós uso da Maconha

Antes de entendermos quanto tempo a maconha fica no organismo, vamos partir de um exemplo simples. Vamos entender como funciona toda a trajetória do THC (tetrahidrocanabinol) no organismo, como ele age e quais são os resultados.

Em um indivíduo normal, após dar o primeiro trago no “baseado de maconha” o THC é absorvido pelos pulmões e liberado na corrente sanguínea onde chega no cérebro. O efeito no organismo pode variar, mas dura até 5 horas. E se ao invés de fumado, for ingerido, demora 1 hora até o THC chegar no cérebro mas os efeitos permanecem por até 12 horas.

Os efeitos mais comuns da maconha

  • euforia, sonolência, sentimento de felicidade

  • risos espontâneos, sem motivo algum

  • perda de noção do tempo, espaço, etc

  • perda de coordenação motora, equilíbrio, fala, etc

  • aceleramento do coração (taquicardia)

  • perda temporária de inteligência

  • fome, olhos vermelhos, e outras características
    (Fonte: Infoescola.com – Drogas – Maconha)

Posto isso, se for constatado um abuso contínuo e com altas taxas de THC dos cigarros de maconha o indivíduo pode sentir: Alucinações agudas, ansiedade, angústia, pânico e impotência sexual.

Junto a isso, o uso contínuo e prolongado da cannabis pode ser altamente prejudicial à saúde. Arritmia cardíaca, tosse crônica, bronquite, câncer de pulmão e na boca, sistema imunológico fragilizado. Esses são alguns dos problemas que o organismo pode sentir. Além do mais, a maconha é uma droga que pode desencadear outra comorbidade grave, a esquizofrenia.

Quanto tempo a Maconha fica no Organismo?

Como resultado é importante ressaltar que a maconha é uma das drogas que mais demora para sair do organismo. Dependendo da quantidade ingerida e da potência do THC, o período de desintoxicação pode levar em média 6 meses. Justamente porque parte do THC fica alojado em camadas de gordura do organismo, o que dificulta sua eliminação no corpo.

Por isso que sempre salientamos que pacientes com extrema dependência química da substância cannabis, permaneçam no mínimo 6 meses dentro de nossas instalações. O Grupo Reabilitação sabe que não é fácil o procedimento de recuperação, e que o mesmo exige muito de quem precisa de ajuda. Mas para usuários crônicos de cannabis, após esse período de desintoxicação, tudo volta a ter sentido, inclusive a vida.

Share:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.