Melhores Clínicas de Recuperação em Suzano

Melhores Clínicas de Recuperação em Suzano

Escolher o local exato para a internar alguém que precisa de ajuda, nada mais justo que escolher as melhores clínicas de recuperação em Suzano. Nós do Grupo de Reabilitação atuamos incisivamente no município já há algum tempo, além do mais estamos ajudando famílias a se tratarem da codependencia de dependentes químicos em recuperação.

A recuperação de pessoas que sofrem do processo de dependência química não acontece do dia para noite. Do mesmo jeito que o processo da instalação da doença não é efetivamente rápido, a reabilitação também não é mágica. Para que ela ocorra é preciso um empenho árduo e diário.

Muitas pessoas se perguntam como fazer para que isso ocorra rapidamente, ou pesquisam no Google com frequência “como fazer para não usar drogas” – “chá que ajuda na desintoxicação” – ficam buscando metodologias milagrosas para realização da recuperação.

Entretanto, a resposta depende de diversos fatores. Por exemplo, o tempo e o tipo de droga que se usa. Por exemplo, pessoas que tem uma assiduidade grande no consumo de cocaína ou crack e que já tem anos do processo de drogadição, no mínimo precisam ser internadas e não vai ser apenas um chazinho ou um remedinho que vai fazer passar o desconforto da abstinência.

Recuperação é ser pé no chão. Do mesmo jeito que se tem os desafios para conseguir a droga de escolha, a recuperação também tem desafios, mas o mais legal é que só vale um dia por vez.

Entretanto para se ter uma efetiva e eficaz recuperação é importante frisar que as melhores clínicas de recuperação em Suzano estão alinhadas ao Grupo de Reabilitação e nós somos a equipe certa quando se trata do tratamento correto de pessoas que sofrem com esse transtorno do comportamento adictivo aliado ao consumo de substâncias psicoativas.

Modo Turbo na recuperação química e Alcoólica

Quando se trata de realmente acelerar o processo da reabilitação nós ativamos o modo turbo na recuperação química e alcoólica de pacientes que precisam de um tratamento mais incisivo. Não estamos falando de agilidade, mas estamos falando de cuidados básicos e de não procrastinar nenhuma etapa.

Pois justamente quando se entra em uma instituição, os primeiros quinze dias são primordiais para a recuperação. Entretanto, são os dias mais difíceis concomitantemente. Sem a droga de escolha e sem o processo que envolve o ciclo de contemplação da substância, há uma baixa no equilíbrio químico cerebral.

Sabe a “tela azul do Windows”? Então é mais ou menos isso que acontece! O cérebro ativa o modo de fazer com que o seu corpo peça incansavelmente o químico e faz com que você fique pensando incansavelmente na substância, e isso pode atrapalhar o tratamento, por isso que os psiquiatras precisam realizar conjuntamente com o processo de desintoxicação, o tratamento medicamentoso.

Esse é o primeiro passo no modo turbo na recuperação química e alcoólica de pacientes drogados e alcoólatras. Entretanto nestes últimos a atenção precisa ser redobrada, já que o álcool como depressor do SNC pode, em casos graves de abstinência alcoólica, gerar até um colapso no SNC causando convulsões.

Além do mais, as melhores clínicas de recuperação em Suzano, filiadas ao nosso grupo, sabem do real e necessário foco no tratamento. E mesmo com os pacientes medicados incitam o tratamento e as atividades estipuladas pela rotina da casa.

Não é fácil no começo, mas se torna mais tranquilo depois

Já ouviu aquele ditado que toda mudança gera desconforto? Então não é fácil no começo, mas se torna mais tranquilo depois. Do mesmo jeito que quando a doença se instala os problemas vão aumentando quando se está em recuperação nas clínicas tudo vai ficando mais ameno com o passar dos dias e meses.

Sendo assim, é importante salientar que as melhores clínicas de recuperação em Suzano sabem disso e vão auxiliar incisivamente nesse processo. Colocando a disposição do adicto, pessoas que são capacitadas e que atuam no processo de recuperação arduamente. Com terapeutas ocupacionais, psicólogos e psiquiatras conveniados que ajudam neste processo.

Além disso, a medicação ajuda muito, justamente para a proteção do indivíduo com relação às baixas do processo da química cerebral. Conjuntamente evitando o desconforto proporcionado pela doença e também impedindo que irritabilidade e agressividade apareçam, o que acaba por atrapalhar o desempenho do grupo.

Quando se trata de reabilitação é importante apertar o modo turbo na recuperação química e alcoólica mas de ambas as partes. A pessoa também tem que fazer a parte dela. Mesmo que seja no procedimento involuntário, pessoas, com o tempo dentro da instituição tem que fazer um esforço para aderir ao tratamento.

Novos horizontes virão e com isso novas oportunidades

Quando se está dentro das melhores clínicas de recuperação em Suzano, novos horizontes virão e com isso novas oportunidades surgirão. Sendo assim, se fizer o “arroz com feijão” da recuperação, é fácil. Justamente, a partir disso é fácil conseguir uma real e efetiva recuperação.

Posto isso, manter o processo de recuperação fora de instituição com os passos que vamos deixar a seguir é importante e vai evitar cair no ciclo da recaída comportamental, e consequentemente, recair na droga de escolha.

  1. Manter-se ocupado

  2. Alimentar-se bem

  3. Ter uma atividade física

  4. Ter um vínculo social

  5. Continuar com o tratamento medicamentoso

  6. Fazer acompanhamento psicológico

  7. Frequentar grupos de apoio

  8. Ter um tempo pra si mesmo, programar a vida

  9. Aprimorar a convivência familiar

  10. Entender que só o tempo cura algumas coisas

  11. Manter a Espiritualidade

Toda essa mudança de novos horizontes, vão trazer novas oportunidades. Por isso vale salientar que é importante valorizar-se e entender que a vida é feita de desafios e que as mudanças também estão dentro destes. Sendo assim, para uma real e efetiva transformação é primordial que se permita acontecê-las.

Por fim, nós do Grupo de Reabilitação esperamos que nossos leitores tenham gostado desse artigo. Não estamos apenas incitando o processo de internação, mas sim o de permissão a mudança. Não queremos que pessoas que têm alto potencial de recuperação se permitam viver como “basculho” no mundo das drogas. Seria um desperdício de capacidade.

Share:
Importante: Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.