Importância do Acompanhamento psicológico no tratamento da Dependência Química

Importância do Acompanhamento psicológico no tratamento da Dependência Química

Muito se fala de reabilitação química, mas pouco se fala da importância do acompanhamento psicológico no tratamento da dependência química. Sendo assim, nós do Grupo de Reabilitação disponibilizamos aos nossos leitores nesta matéria a necessidade de um real e efetivo acompanhamento psicológico, seja dentro ou fora das clínicas de recuperação.

Posto isso, é necessário entender que antes de usar a droga existe um real e efetivo comportamento de uso que sustenta o ciclo de uso da substância. Por meio disso, entender esse comportamento é importante para criar técnicas que desviem essa conduta comportamental.

Deste modo, evita-se uma recaída comportamental e conjuntamente usar a substância. Como muitos grupos de apoio como N.A e A.A afirmam em reuniões: “A droga, é apenas a cereja do bolo”.

Tal premissa sustenta a iniciativa de entendimento dos comportamentos que fazem com que o usuário de drogas e alcoólatra mude sua conduta de recuperação em prol da recaída comportamental, com o intuito final de usar o narcótico ou a bebida.

Sendo assim, é importante aprender técnicas que viabilizem esse processo de compreensão e visualização dessa mudança comportamental. Mesmo quando a mesma for sutil, com o intuito de cessar as recaídas de comportamento.

E nada mais justo que um profissional que direciona os caminhos exatos para esse acontecimento. Que faça com que a “caxola” pense e repense em tais comportamentos a fim de prendê-los e separá-los. Sendo assim, reforçando os pilares da recuperação.

Por isso o Grupo de Reabilitação frisa insistentemente que há uma real necessidade que independentemente que pessoas quando saem de instituições façam um acompanhamento com psicólogos para fazerem um impulsionamento e manutenção da recuperação. E desta forma se manterem limpos e em tratamento.

Reflexão e pensamento crítico faz parte da Recuperação

Na vida a gente precisa pensar rotineiramente e a reflexão e o pensamento crítico faz parte da recuperação. Do mesmo jeito que pensamos antes de tomar uma atitude, antes de pedir um aumento, se vamos ter dinheiro para comprar uma casa ou um carro, também precisamos refletir diariamente sobre a recuperação.

Ela exige muito de nós, exige muito sobre o que podemos ou não fazer. Coisas que eram rotineiras, devido a um contexto de drogadicção, se tornaram gatilhos e limitações. E sendo assim, precisam ser postas à mesas em formas de enfrentamento. Mas nem sempre estamos preparados para isso.

Conjuntamente a reflexão e pensamento crítico faz parte da recuperação em relação às nossas atitudes no período de uso contínuo da substância e nas atitudes tomadas perante as pessoas que amamos. Como nos portamos e como eram nossas atitudes perante essas pessoas em abstinências ou quando estávamos perto de usar.

Sendo assim, todos esses fatores viabilizam a importância do acompanhamento psicológico no tratamento da dependência química e o reforçam mais ainda quando se trata de precaver o ciclo de uso.

Além do mais, existem meios que alguns psicólogos utilizam como forma de avaliar os comportamentos dos dependentes de maneira a incitar e reforçar o tratamento da melhor forma possível.

Cartão de Enfrentamento como forma de “Evite”

Um método interessante de tratamento é o cartão de enfrentamento como forma de “evite” no processo de recaída comportamental. É um cartão simples, em que a pessoa pode deixar guardado dentro da carteira, plastificado e sempre que precisar pode olhar e reavaliar conceitos.

É simples, em um lado do cartão o usuário de drogas pode colocar todos os aspectos negativos que fez com que, durante o uso, fosse perdendo coisas, pessoas, e perspectivas. Em contrapartida, no verso do cartão, os benefícios de se manter limpo e o que se ganha com isso.

E desta forma, quando bater a insegurança ou na hora em que houver um despertar espiritual, olhar este cartão é uma maneira simples, rápida e efetiva de buscar avaliar e refletir os meios mais eficazes de não cair na tentação do uso da substância de escolha.

CARTÃO DE ENFRENTAMENTO

LIMPO

 

EM USO

Confiança da Família

 

Discussões em Família

Guardar Dinheiro

 

Perdas Financeiras

Liberdade para Sair

 

Gatilhos ao Sair

Bem visto pelos Outros

 

Olhar de Desconfiança

Maior Responsabilidade

 

Irresponsável

Equilíbrio Emocional

 

Agressivo / Irritado

Amizades

 

Isolamento

  • Imprima o cartão de enfrentamento, dobre ao meio e ponha na carteira.

Uma preparação Interna para um Recomeço Externo

Quando se trata de reabilitação em instituições, nada mais é que uma preparação interna para um recomeço externo e a importância do acompanhamento psicológico no tratamento da dependência química está justamente aí.

Realizar sessões de terapias cognitivas comportamentais dentro da instituição alivia a carga da doença e ajuda a entender o processo da mesma, conjuntamente incita a aumentar a confiança no processo de recuperação.

Além do mais é uma preparação dos processos de pensamentos internos para um recomeço externo, para fora da instituição. A clínica é um treinamento para vida e o paciente, mesmo que não sabendo disso inicialmente, ao final estará apto a viver bem consigo mesmo.

Desta forma, é importante salientar que pacientes alcoólatras e drogados tem que aproveitar o máximo de suas estadias em instituições e aprender todas as técnicas possíveis para estarem aptos ao mundo externo. Jpa que a doença prega peças para o resto da vida.

Viva a vida como ela é, não brinque com a sua doença

Não fantasie, nem se iluda, não pense que vai ser forte 100%, viva a vida como ela é e não brinque com a sua doença. Ela está aí, guardadinha em um potinho, só esperando para ser destampada. É igual uma panela de pressão no fogão, se você a destampar, com a pressão, ela vai estourar.

Sendo assim, vai vivendo sua vida, um dia de cada vez, fazendo o real e o necessário para poder se manter em pé e em recuperação e não menospreze a importância do acompanhamento psicológico no tratamento da dependência química. Ele será tão útil quanto as instituições.

Além do mais, faça manutenções em grupos de apoio, e converse com quem tem o mesmo problema. Empatia não é só na generosidade que acontece, mas quando pessoas que compartilham o mesmo problema, então repense nos grupos de apoio.

Share:
Importante: Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.