Como funcionam as Clínicas de Recuperação Evangélicas

clinica de recuperacao evangelica

Muitas pessoas se perguntam como funcionam as clínicas de recuperação evangélicas e esse artigo proporcionado pelo Grupo de Reabilitação veio para sanar suas dúvidas. Diferentemente das instituições convencionais, as evangélicas já têm o lado espiritual direcionado.

Como sempre citamos em nossos artigos, um dos pilares da recuperação é a espiritualidade. Alinhar força foco e fé é importante quando se trata de uma recuperação saudável e sadia.

Entretanto, muitas das clínicas de recuperação por aí disponíveis, são instituições que são consideradas ecumênicas, ou seja, independentemente da sua religião, não há um direcionamento incisivo nesta questão. Já quando se tratam de instituições específicas e direcionadas nas parte espiritual, a questão é outra.

As clínicas de recuperação evangélicas, são exatamente como qualquer outra instituição de recuperação, entretanto tem a parte espiritual designada para o evangelho.

Porém existem algumas instituições que apesar de serem chamadas de clínicas de recuperação, não tem nada haver com esse tipo de categoria, mas falaremos disso posteriormente, e explicaremos as divergências entre uma categoria e outra, mas que por senso comum são chamadas de clínicas.

A palavra como motor chave no processo da recuperação

Do mesmo jeito que as clínicas convencionais fazem com a reabilitação de pessoas dependentes químicas, no quesito em como funcionam as clínicas de recuperação evangélicas, a questão é a palavra como motor chave no processo de recuperação.

Do mesmo jeito que um dependente químico chega debilitado nas instituições de recuperação convencionais, ele também chega em uma clínica evangélica.

O mesmo processo que fará com que ele irá se reestruturar em uma ecumênica, será na evangélica. Entretanto, o lado espiritual será focado na palavra como motor chave no processo de recuperação.

Sendo assim, dentro dessas instituições, é possível se encontrar os mesmos benefícios que envolvem o procedimento de recuperação padrão dentro de qualquer instituição como por exemplo:

  1. Nutricionistas

  2. Psicólogos conveniados

  3. Psiquiatra conveniado

  4. Assistentes sociais

  5. Grupos de Apoio como N.A e A.A

  6. Terapeutas Ocupacionais

  7. Equipe de Enfermagem

  8. Equipe de Monitoria

  9. Equipe Administrativa

  10. Ênfase nas Espiritualidade Religiosa Evangélica

São exatamente as mesmas bases do tratamento convencional, com todos os recursos necessários para se realizar o procedimento padrão para reabilitação do paciente dependente químico e alcoólico, entretanto na parte espiritual é voltada para o lado evangélico.

Não confunda Lar Evangélico com Clínica de Recuperação Evangélica

Existe um senso comum de chamar tudo de clínica de recuperação, e apesar das instituições saberem disso, há meio que um passar de panos em cima dessa questão justamente por comodidade para o cliente. Entretanto, não confunda lar evangélico com clínica de recuperação evangélica.

Existe uma notória diferença entre ambos, são coisas completamente diferentes, mas que em partes tem como principal objetivo o bem estar social e comum de pessoas que são doentes.

Nos lares, a intenção é acolher a pessoa independentemente da circunstância, dar abrigo e, através da palavra, ajudar a pessoa a ter a vida de volta. Porém, não se especifica aqui, se a pessoa é dependente química ou não e além disso, não é feito administração medicamentosa em lares, pois isso não é permitido legalmente.

Já nas clínicas, você já conhece. A administração medicamentosa se faz necessário para o bem estar comum de todos dentro da instituição, justamente porque novos pacientes, ao cessarem o uso de substâncias entram em processo de abstinência das mesmas, e posto isso, para se recuperarem mais brandamente e não atrapalharem a recuperação dos demais é feita a administração medicamentosa.

Então, não confunda lar evangélico com clínica de recuperação evangélica, pois há notórias diferenças apesar do senso comum. Todavia do mesmo jeito como funcionam as clínicas de recuperação evangélicas, a palavra é motor chave no processo de recuperação.

A fé move montanhas mas sem ciência não tem recuperação

Apesar dos dilemas da questão ciência e religião, se não fosse os estudos modernos e a ciência por trás da medicina moderna, a dependência química nunca seria considerada doença, e sim continuaria sendo designada por muitos como “sem vergonhice”.

Entretanto, apesar das clínicas de recuperação evangélicas fazerem um trabalho incrível na recuperação, ela não só depende de fé.

A fé move montanhas mas sem ciência não há recuperação. Sendo assim, é imprescindível que se faça o tratamento medicamentoso de acordo para regular os processos metabólicos alterados pela substância psicoativa.

Conjuntamente, ir com recorrência ao médico justamente para realizar exames periódicos ajuda na questão da avaliação neurológica e o acompanhamento psicológico se faz necessário para tratar do processo de fortalecimento mental para não reincidir no ciclo de uso, natural e imposto pela substância no cérebro.

Conjuntamente a fé pode mover montanhas mas sem a ciência não tem recuperação. A fé pode aliviar o espírito, mas não regula a química cerebral. Por isso, um faz ou outro necessário e se complementam. Aliás, quem tem o lado espiritual fortalecido não se deixa abater por coisas simples da vida.

Um foco diferente de tudo aquilo que é normal

Focar no lado espiritual é importante, independentemente da religião, seja ela evangélica ou não. Se a sua religião é com base na “palavra” ou não, o importante é focar em algo que lhe traga paz interior e que faça com que sua vida seja tranquila, amena e que te liberte de processos ansiosos, um foco diferente de tudo aquilo que é normal.

Pense que nem sempre será o máximo produtivo para ser uma pessoa melhor. Você tem que se doar ao máximo para o trabalho até que ele não te afete mentalmente, e não pode fazer o mesmo com uma pessoa por exemplo.

Focar em algo diferente de tudo aquilo que é normal, pode ser um foco em você mas concomitantemente focar no trabalho, nos objetivos a médio e a longo prazo mas sem perder o principal foco, a recuperação individual e o respeito com a sua fé interior.

Por isso, nós do Grupo de Reabilitação pedimos a você que sempre que pintar uma dúvida, pense na sua vida, pense como será sua recuperação. Se achar que vai cair, independente da clínica de recuperação sendo evangélica ou não, liga pra gente que te ajudamos na internação.

Share:
Importante: Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.