Clínicas de Recuperação para a Dependência Química

Clínicas de Recuperação para a Dependência Química

A doença do comportamento adictivo aliado ao consumo de substâncias psicoativas é uma das comorbidades mais difíceis de se tratar, portanto se faz necessário muitas das vezes o processo de internação de adictos em clínicas de recuperação para dependência química.

Sabendo que atualmente elevou-se consideravelmente o número de pessoas que sofrem desse tipo de transtorno, principalmente no Brasil em tempos de pandemia do novo coronavírus, e os prejuízos que os envolvem a saúde mental e física, além dos problemas familiares, faz-se necessário a atuação e intervenção no processo de uso através das clínicas de recuperação para dependência química.

Deste modo, com a demanda por tratamento aumentando, cresceu significativamente o número de instituições de recuperação não apenas regionalmente mas sim a nível nacional. Entretanto, com concorrência acirrada neste mercado de tratamento de paciente de narcóticos, as instituições criam metodologias diferentes de tratamento e se adaptam ao nicho de mercado em que atuam.

Por isso que nós do Grupo de Reabilitação estamos de olho neste mercado. Desde meados de 2020 até os períodos atuais, nossas instituições tiveram uma alta taxa de procura por familiares que necessitavam de apoio ao tratamento de usuários de drogas. Entretanto, a demanda foi tão alta no mesmo período que não conseguimos atender toda a procura.

Com o intuito de aprimorar nossos serviços, e como qualquer empresa independentemente da área de mercado que se atua, nos adaptamos e nos aprimoramos para justamente poder ajudar o máximo de pessoas no melhor tempo possível de tratamento. Sendo assim, hoje em Janeiro de 2021, estamos estruturados e preparados para pessoas que recorrem à internação emergencialmente.

Por isso, trazemos essa matéria para falar da necessidade, da importância e do tratamento da dependência química em pacientes que sofrem deste transtorno. Bem como a necessidade de aconselhamento e de tratamento psicológico para a família. Estamos juntos na jornada da recuperação da maneira mais otimizada possível.

Não dá pra Brincar com a Adicção

Comportamentos adictivos são um tipo de comportamentos que surgem em meio a fragilidades emocionais ou com o intuito de sanar uma sensação emocional desconfortável. Eles podem surgir em diferentes fases da vida aliados a diversas ocasiões e atitudes. Uns desenvolvem transtornos alimentares, outros TOC e alguns a dependência química.

Esses comportamentos são compulsivos, obsessivos e não tem limites. Onde os prejuízos causados devido ao comportamento, ainda persistem porque é difícil uma mudança efetiva no mesmo. Conjuntamente é comum dizer que a pessoa tem vício em comer, limpar, comprar, fumar, beber, transar, ou usar drogas.

Mas não dá pra brincar com esse tipo de comportamento, uma vez instalado – seja em qualquer fase da vida – a recuperação ou a mudança do mesmo deve ser estruturada e persistente. Já que um indivíduo com essa estrutura comportamental pode ter problemas sérios ao longo da vida e se tornar uma pessoa solitária e com outras comorbidades.

  • Adicção em Drogas independente de licitude

O vício em drogas é uma dos problemas mais comuns e que remetem a institucionalização destes indivíduos em clínicas de recuperação para dependência química. Sendo assim, é importante salientar que pessoas que são consideradas dependentes de substâncias ilícitas ou lícitas como tabaco e álcool têm a necessidade de uma reestruturação de pensamento, sentimento e comportamento.

Por isso se faz tão necessário o assistencialismo por parte de instituições que façam um trabalho incisivo no processo de recuperação de pessoas com transtornos de dependência química. Especialmente nas drogas lícitas como tabaco e álcool, onde o processo de recaída na substância é consideravelmente maior devido à licitude.

Entender e Mudar Pensamentos

O cuidado constante que as instituições de recuperação fazem com o usuário de drogas, alcoólatras, farmacodependentes e adictos à nicotina envolve uma constante reformulação na maneira de pensar, sentir e consequentemente, agir.

Sendo assim, é importante que a família esteja ciente que existem técnicas utilizadas por algumas instituições como a abordagem psicológica mais incisiva justamente para auxiliar com que o dependente químico consiga colocar para fora seus “demônios” de maneira a conseguir forçar e enfrentar os mesmos.

Por isso que se faz tão necessário o apoio à saúde mental. Psiquiatras ajudam a sanar a síndrome de abstinência e diminuir a ansiedade e os psicólogos tratando da parte psicológica do dependente de maneira a conduzir um enfrentamento de situações desconfortáveis que fomentam recaídas comportamentais e de uso.

Vagarosamente mas Diariamente

Não se toma remédio para dependência química hoje e espera que amanhã não se tenha a vontade de usar porque não existe esse tipo de medicação ainda. Como se trata de um transtorno mental, a dependência química necessita de tratamento constante vagarosamente mas diariamente.

Não é atoa que existe a famosa frase “Só Por Hoje” em narcóticos anônimos. Adianta criar uma ansiedade devido à acelerar o pensamento esquecendo do hoje e pensando no amanhã? Como será o nosso amanhã se não trabalharmos hoje? Essa premissa é básica e está em todas as meditações do guia de narcóticos anônimos e do Grupo de Reabilitação também.

Trabalhando o Hoje para um Futuro Promissor

Sabe o que faz com que a nossa instituição seja uma das mais requisitadas do estado? Porque em nossas dependências nós temos a estrutura necessária e incisiva na transformação psicológica do dependente químico. Nós trabalhamos hoje para um futuro promissor.

Quando o paciente entra em nossas instalações, nós já começamos um processo eficaz de desintoxicação, reflexão, trabalho psicológico e reintegração para uma vida fora das clínicas de recuperação para a dependência química. Sair e se manter limpo é o que mais queremos aos nossos pacientes.

Além do mais temos histórias de superação que sempre são pautas de reuniões para nossos pacientes. “Sozinho eu não consigo” é um fato, é triste de ouvir mas infelizmente é realidade. Então é mais fácil uma aceitação para conquistar novas mudanças ao invés de recorrer ao a tentativa inviável do autotratamento.

Se você sofre da doença do comportamento adictivo em substâncias psicoativas e está tentando largar e não consegue, fique tranquilo. Estamos aqui dispostos a fazer o nosso trabalho e te ajudar a vencer essa barreira na sua vida, entre em contato conosco e agende sua visita.

Share:
Importante: Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.