TRATAMENTO DE DEPRESSÃO

TRATAMENTO
PARA DEPRESSÃO

A depressão, segundo o dicionário, está encadeada a mudanças de humores cotidianas, que surgem com relação a atividades que antes eram desenvolvidas de forma tranquila e com ânimo. A depressão normalmente gera falta de autoestima e por este motivo vem a prejudicar as ações ocorridas em determinados momentos.

Quando isso acontece, não se pode deixar com que ela acabe prejudicando o sistema em que você está inserido e sim, trata-la para que os as coisas aconteçam como devem acontecer, sem deixar que a depressão prejudique etapas. O problema não está necessariamente na ideia de adquirir a depressão, mas em como encontrar estratégias para cura-la e continuar com a rotina que era feita antes da aquisição da doença.

Algumas pessoas, quando adquirem e tem a comprovação que estão com depressão, se trancam em quartos ou em sua casa e não saem de lá, achando que assim estarão livres de todas as pessoas e contatos que poderão aumentar os fatores geradores pela depressão. Esta não é a forma ideal para o tratamento da doença, visto que se isto for feito com frequência, cada vez mais o problema vai se agravar.

Os principais sintomas da depressão são a fácil irritação, a angústia por conta de determinadas tarefas, a ansiedade, o cansaço, desânimo e insônia. Algumas pessoas têm vários sintomas ao mesmo tempo e outros, apenas alguns. Cada caso varia de pessoa para pessoa e também de qual é o estágio que a depressão se encontra naquele exato momento.

A irritação, primeiro sintoma, ocorre em muitos momentos durante um quadro depressivo. Isso porque, tudo que se é estabelecido ou proposto para alguém que está com depressão, passa a irritar o paciente. Podem ser fatores simples, como uma pergunta que alguém faz ou então uma tarefa que não saiu com êxito e precisará ser refeita.

A angústia é outro ponto que atrapalha e caracteriza alguém depressivo. Isto porque ela atrapalha todos os processos que envolvem pessoas e determinadas tarefas. A angústia é o medo que impede ou prejudica diversas ações, que não são completadas ou demoram mais tempo para serem atingidas devido a ela.

Já a ansiedade é uma espécie de agonia que paira no ar e que faz com que as atividades sejam completadas, porém com um determinado nervosismo. Normalmente o depressivo fica ansioso quando sabe que terá que participar de alguma atividade em que muitas pessoas estejam envolvidas, já que fica ansioso por este contato. A pessoa que sofre de depressão, se puder, não terá contatos com ninguém, nem mesmo seus familiares.

O cansaço e desânimo são características que se encaixam em um mesmo contexto. Isto porque, automaticamente quem se sente cansado, terá desânimo ao realizar determinadas tarefas. Este cansaço ocorre porque o depressivo tende a querer ficar sozinho e se possível, deitado em seu quarto. Assim, quando é solicitado que se saia deste cenário, seja para estudar, trabalhar ou simplesmente para alguma atividade de lazer, que antes era vista como algo positivo, agora passará a ser vista como algo ruim e que se for feita, será realizada com desânimo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão em 2030 será a doença que mais atingirá população, se as coisas continuarem do jeito que estão. Esta possibilidade foi gerada através de uma visão geral da atualidade, que já mostra uma estatística muito alta em 2016.

Algumas das causas da depressão são causadas por falta de boa alimentação, ingestão de álcool e falta de contato com o sol, gerado a partir do momento que pessoas passam muito tempo trancadas em casa. Um dos problemas da depressão está em todas as pessoas que se sentem tristes acharem que são depressivas. O diagnóstico da doença não pode ser feito por qualquer pessoa e sim por um profissional, denominado clínico geral ou psiquiatra. Apenas depois de diagnosticado, o tratamento pode começar a ser pensado, já que acreditar que se está com depressão e medicar-se sozinho pode gerar diversos problemas futuros.

Ao procurar uma clínica especializada para que o tratamento da depressão há a possibilidade de contar com profissionais de áreas distintas que poderão auxiliar neste processo. Em um primeiro momento, o tratamento acontece com um psicólogo e em alguns casos, inclusive psiquiatras. Um clínico geral muitas vezes participa deste atendimento, medicando os pacientes de forma correta para que o processo seja completado. Normalmente estes medicamentos são antidepressivos e assim, controlam a ansiedade que a depressão provoca no paciente.

SOBRE

Somos uma empresa que visa promover saúde e contamos com excelentes unidades de tratamento que atendem as necessidades de cada paciente. Mais que a obtenção de resultados, a satisfação do paciente e familiares é o nosso foco. Contamos com um corpo clínico altamente qualificado e preparado para atender todos os níveis de Dependência Química e comorbidades.

últimas postagens

CONTATO

Fixo: 11 4116.8001

WhatsApp e Vivo: 11 9 9978.8008

Tim: 11 9 5293.3936