TRATAMENTO CRACK

TRATAMENTO PARA CRACK

O crack é uma das drogas consideradas de maior possibilidade de vício. Isso porque, sem efeito só demora dez segundos para surtir, o que significa que quando se quer o resultado rápido de alguma substância, ele é o procurado. Conhecido por deixar seus usuários eufóricos e achando tudo em sua volta incrível, a dependência do crack vicia extremamente fácil e em alguns casos, não tem volta.

Isto porque, o delírio causado pelo crack, que nada mais é do que uma mistura da base da cocaína com alguns materiais, entre eles o cimento e a acetona, pode gerar além de delírios imediatos, convulsões ou infartos fatais. A explicação para estas consequências está justamente na ideia de que, ao ingerir este tipo de droga, os batimentos do coração passam a acelerar sem parar, chegando a mais de duzentos batimentos por minuto, sendo que o normal seria um valor que ficasse entre sessenta e noventa.

Dores de cabeça, musculares e até consequentes desmaios são comuns ao usuário do crack, devido à alta quantidade de substâncias tóxicas inseridas na droga. Dificilmente alguém consegue encontrar remédios fortes o suficiente para retirar o efeito destas dores, já que a droga é conhecida por modificar instintos psicológicos momentaneamente. Isto significa que se o usuário fizer a sua utilização neste momento, terá a sensação de prazer já em seguida, acreditando que tudo fica mais fácil e é bom, porém depois que o efeito passar, os sintomas gerados são tão negativos, que ele se vê dependente da droga para curar estes sintomas que ela mesma causou. Normalmente estes usuários estão tão dependentes, que mal percebem este processo de troca de problemas.

Considerada muitas vezes mais alucinógeno do que a cocaína, que já é altamente procurada devido aos efeitos momentâneos causados por ela, o crack proporciona tamanha dependência psicológica, que quem o vende sabe disso e cobra caro pela sua utilização. Então inicia o processo de dependência por parte do usuário, que passa a não perceber mais o quanto tem gasto para adquirir a substância e passa a vender as suas coisas para comprar o crack. Neste momento do vício começam a surgir problemas como furtos em casa e é então que a família percebe que algo não está certo.

Quando o vício é desvendado, tudo então dependerá de quais serão as atitudes dos familiares, já que sozinho, o usuário do crack não consegue mais parar. Algumas famílias não aceitam esta dependência e então expulsam o usuário de casa, o que só fará com este encontre mais um motivo para se drogar. Mesmo que seja difícil, o correto a ser feito é que a família esteja disposta a ajudar esta pessoa a se libertar do crack. Assim, com o apoio da família, uma clínica poderá ser procurada, onde esta pessoa poderá ter um tratamento especializado, feito por profissionais altamente qualificados e dispostos a resolver o problema em questão.

Este tratamento nem sempre pode ser feito em curto prazo e para que ele tenha resultados mais satisfatórios, é necessário que se o paciente seja internado. Isto porque, com a internação, será possível um controle maior por parte dos profissionais, que poderão cumprir suas metas com relação às melhorias do usuário e ao seu processo de inserção social, que infelizmente deverá ser refeito, devido aos problemas anteriores causados pelo consumo do crack.

Alguns usuários, enquanto utilizam a substância, inclusive foram presos ou estavam respondendo processos devido a furtos cometidos com objetivo de compra do vício ou por tráfico de drogas e este é um dos problemas que serão resolvidos após a recuperação do paciente na clínica especializada.

Esta clínica conta com atendimentos diferenciados dependendo do caso e de qual estágio de dependência o paciente se encontra. Isto porque, nem todos são internados com as mesmas problemáticas, mesmo que a droga utilizada seja a mesma. Dificilmente algum paciente consegue ser curado em poucos dias, já que neste espaço, será feito todo o processo, iniciando por fazer com que o até então usuário, perceba o quanto esta droga tem prejudicado seu convício e vivência social. Só depois que ele entender que precisa de ajuda, serão iniciados os procedimentos, que não terão resultado se não forem admitidas falhas que levarão à dependência.

Este processo inicia normalmente com um psicólogo, que está disposto a trabalhar a mente do paciente, para que ele consiga admitir que se não contasse com esta ajuda para largar o vício, possivelmente não teria muitas chances vitais no mundo do crack. Depois disso, é iniciado um processo em parceria com outros profissionais, neste caso, médicos que auxiliarão com uma medicação indicada para melhorias ainda mais relevantes no processo, terapeutas que farão a modificação de algumas teorias trazidas pelo paciente, como por exemplo, que o efeito do crack é muito interessante e até de nutricionistas, que criarão um cardápio específico para aquele paciente, rico em vitaminas e proteínas, já que um dos problemas do crack está justamente na ideia de não precisar se alimentar por conta da droga e acabar, com isso, emagrecendo muito.

Além desses, é possível ainda encontrar outros profissionais em uma clínica especializada e tudo depende de como e quanto se pretende dedicar para a recuperação deste paciente. Normalmente estas instituições criam pacotes básicos, intermediários e avançados e quem realiza o pagamento deste procedimento, opta pelo que quer ou pode pagar. Como já citado, não se pode estabelecer um tempo para este procedimento, já que ele é altamente variável e dependerá em grande parte do paciente e o quanto ele está disposto a se ajudar.

Rererências: Dubowski KM. Absorption, distribution and elimination of alcohol: highway safety aspects. J Stud on Alcohol 1985; (Suppl.10):98-108.

SOBRE

Somos uma empresa que visa promover saúde e contamos com excelentes unidades de tratamento que atendem as necessidades de cada paciente. Mais que a obtenção de resultados, a satisfação do paciente e familiares é o nosso foco. Contamos com um corpo clínico altamente qualificado e preparado para atender todos os níveis de Dependência Química e comorbidades.

últimas postagens

CONTATO

Fixo: 11 4116.8001

WhatsApp e Vivo: 11 9 9978.8008

Tim: 11 9 5293.3936